Siga a Houtrée nas redes sociais!!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Quero um delineador nesse inverno!

Se você tiver de optar por apenas um produto para usar nos próximos meses, eleja um delineador ou lápis preto e use sem moderação para criar do gatinho com twist ao atual traço super gráfico.


Prova de que o delineador vai muito além do risco rente aos cílios, a maquiadora finlandesa radicada em Londres Ninni Nummela criou o look bold acima que preenche quase toda a pálpebra. "Ele flerta com os anos 60 de uma maneira nada caricata", disse. Confira mais ideias abaixo:


SEXY DE CIMA A BAIXO

O efeito gatinho de sempre ganha ares de sedução rebelde com o delineado intenso também na linha d’água inferior. Dica da expert: “Comece curvando seus cílios para “abrir” o olhar, depois utilize uma caneta delineadora o mais próximo possível dos cílios, desenhando a partir do canto interior até a extremidade. Por fim, utilize um lápis na linha inferior, pintando bem a raiz dos cílios para dar intensidade. O inovador aqui são as duas pontas não unidas, criando um efeito artsy que tira qualquer make do lugar-comum”.


GRÁFICO AO QUADRADO

“É inspirador como você pode mudar o formato dos seus olhos usando diferentes shapes com apenas um lápis ou delineador”, ensina Ninni. O gatinho quadrado é inspirado no movimento punk do início dos anos 80 e tem efeito cool imediato. “Usei o delineador Creme Liner da MAC com pincel bem fino, enquanto nas pálpebras apliquei uma camada extra de hidratante para dar brilho e refletir a luz”, explicou a make-up artist.


MÁXIMA POTÊNCIA

O formato curvo que cobre a pálpebra toda faz um minilift no rosto, resultando num olhar forte e penetrante. A novidade aqui é o canto interno quadrado, que provoca uma bem-vinda estranheza. “O resto da maquiagem deve ser simples para manter o look fresh: usei apenas uma camada de máscara nos cílios superiores”, ensina Ninni Nummela, que foi assistente da top maquiadora britânica Charlotte Tilbury.

*Fonte: revista Marie Claire

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Água termal é o que há!

A água termal parece supérflua, mas pode proporcionar benefícios poderosos – estéticos e terapêuticos. Por ser extraída do solo, ela carrega compostos minerais importantíssimos para evitar o envelhecimento precoce, fixar maquiagem, amenizar inflamações de procedimentos estéticos, auxiliar na cicatrização e tratar dermatites atópicas.


Na lista dos ativos mais comuns estão ferro, zinco, silício e selênio. “Por isso, ela tem ação antioxidante bastante forte, inibindo a ação dos radicais livres, e ainda carrega propriedade anti-inflamatória”, conta Beatriz Sant’Anna, diretora da Comunicação Científica da Divisão Cosmética Ativa da L’Oréal.

Para tirar proveito de todas essas vantagens, tem que experimentar. Listamos, então, os principais usos relacionados a esse líquido precioso que já entrou para a lista de cosméticos tem que ter.

PROTEGER

Poluição, sol, cigarro, substância tóxicas presentes em alimentos e estresse são grandes responsáveis pela ação dos radicais livres que atuam diretamente no envelhecimento cutâneo. Daí a importância da água termal na rotina de beleza. Ela estimula as enzimas protetoras do dano através de agentes antioxidantes e ainda pode estimular a produção de colágeno. E o melhor: por ter uma textura levinha, pode aplicada em qualquer tipo de pele e usada várias vezes ao dia.

HIDRATAR

O selênio presente no produto ajuda a equilibrar o manto lipídico. Por isso, ela é um ótimo complemento dos hidratantes diários. Na hora de finalizar a rotina de skincare, aproveite para borrifar a água termal e deixe secar naturalmente para uma melhor absorção dos ativos. Vai passar horas em um ambiente fechado e com ar condicionado? Lembre-se de levar a água termal e aplique com frequência para evitar o ressecamento.

ACALMAR

Peeling, laser, depilação, queimadura solar, picada de inseto, dermatite atópica... Todos esses casos inflamam a cútis, gerando vermelhidão e ardência. Mais uma vez entra em cena a água termal, dessa vez com seu poder anti-inflamatório e calmante. Ela proporciona um frescor imediato e recuperação da cútis a curto prazo. Além disso, reforça a barreira protetora da pele. Leve na bolsa e passe sempre que sentir algum desconforto.

CICATRIZAR

Um estudo recente feito pela La Roche-Posay, na França, mostrou que depois de sete dias de aplicação de água termal, mulheres que acabaram de passar por uma mastectomia notaram uma melhora na cicatrização da região, que proporcionou aumento da mobilidade dos braços.

FIXAR

Até no make a água termal tem função. Muitos especialistas já usam o cosmético na finalização para uma melhor fixação. E o resultado é bastante satisfatório.

ONDE ENCONTRAR:



- Vichy (150 ml), R$ 52,90
- La Roche-Posay (150 ml), R$ 55,90
- Avène (150 ml), na Beleza na Web, R$ 66,90
- Evian (150 ml), R$ 50
- Lindoya (150 ml), R$ 25,90

*Fonte: revista Marie Claire

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br

Um casal que se ama...!!!

Nada como a intimidade não é verdade?! Usar o banheiro ao mesmo tempo e criar apelidos um para o outro são coisas típicas de relacionamentos bastante íntimos. Nós destacamos seis situações de casais que estão juntos há bastante tempo, veja se você se identifica:

1. Vocês tomam banho juntos sem ter relações sexuais. A magia de água morna e da espuma é desperdiçada em vocês dois porque além da economia de água, sexo embaixo do chuveiro nem sempre é bom.



2. Vocês usam o banheiro ao mesmo tempo para várias situações, que envolvem o chuveiro, a pia e o vaso sanitário.

3. Vocês inspecionam a pele um do outro quando aparece uma espinha ou quando um pelo da sobrancelha precisa ser removido.

4. Vocês trocam mensagens por celular mesmo estando no mesmo ambiente (você talvez tenha feito isso para chamar atenção sobre a importância de largar o smartphone de vez em quando).

5. Vocês fazem cócegas, especialmente quando um dos dois não gosta nem um pouco da brincadeira.

6. Vocês criam apelidos estranhos que muitas vezes ganham a versão do diminutivo.

*Fonte: revista Marie Claire

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br

terça-feira, 28 de abril de 2015

Bela adormecida!

Aproveite o período da noite para cuidar da beleza de seus fios. Confira 4 dicas e coloque em prática hoje mesmo:



1. Não durma com o cabelo preso para trás se ele estiver molhado, pois os fios podem quebrar, principalmente se as pontas estiverem ensopadas. A indicação é sempre secar as extremidades com uma toalha para retirar o máximo de umidade.

2. Use uma fronha de cetim para evitar danos aos fios. Quanto mais fricção no cabelo você provocar durante a noite, mais prejudicado ele ficará. Além disso, se você transpirar, não o tecido suave não irá deixar os fios marcados.

3. Escove o mínimo possível para quebrar menos fios, principalmente quem tem cabelos mais frágeis. Escove o suficiente para desembaraçar. Evite também usar escovas de metal.

4. Durma com tranças. Elas não somente darão textura e ondas suaves aos cabelos, como também irão evitar que ele embarece.. Além disso, na manhã seguinte você terá pouco trabalho para pentear.

*Fonte: revista Marie Claire

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br

Chegou a hora da franjinha!

As franjas não são mais as mesmas. Agora, só dá franjinha. O diminutivo não é à toa, e deve-se ao tamanho mesmo. Pode reparar: elas andam bem mais curtas, de dois a três dedos acima das sobrancelhas. 

— Virou moda, em todo canto vejo alguém com este tipo de franjinha — observa a artista audiovisual Poliana Pieratti, de 27 anos, ela própria uma adepta do corte.

Ao se render a ele, há cerca de um ano, ela foi radical: tosou a franja no meio da testa de uma vez só.



— Não quis cortar aos poucos. Acho que há tipos muito diferentes de franja. Na altura das sobrancelhas, ela chama a atenção para as maçãs do rosto. A mais curta levanta isso, vai para o olhar — analisa Poli, que usou como referência a “franjinha francesa”.

Falando em francesa, a personagem da atriz Audrey Tautou no filme “O fabuloso destino de Amélie Polain” serviu de inspiração para a neozelandesa Olivia Coote, de 28 anos, outra fã do estilo.

— Antes de cortar, fiquei com um pouco de medo, porque o cabelo dela (a atriz) é mais escuro. Mas a franjinha me lembra também o cabelo de crianças “in a good way”, o que me fez criar coragem — conta Olivia, radicada no Rio há quase dois anos.

Designer gráfica à frente da marca de picolés Palitos Bem Frio, é ela quem corta as suas madeixas, uma vez por mês:

— Admiro como as brasileiras cuidam dos cabelos. Não tenho muita paciência. Uso o meu mais bagunçado, e não tenho secador.

A DJ Larissa Busch, de 19 anos, também é dona do corte de sua franja. De tempos em tempos, até vai ao salão para dar um jeito. Mas na primeira vez em que rapou os fios em cima dos olhos, foi a própria quem pôs as mãos na tesoura. Hoje, o look é sua “marca registrada”.


— Franja é tipo um acessório. Se você sai na rua de short e chinelo, mas de franja, já tem uma informação diferente. Me sinto murcha sem ela. As pessoas me reconhecem nas festas como “aquela DJ de franjinha”diz Larissa, que já variou bastante o tamanho do “acessório”.

 — Tem gente que, quando corta a própria franja, fica tão ansiosa que acaba ficando curtíssima.

*Fonte: caderno Ela, jornal O Globo

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br

domingo, 26 de abril de 2015

Tenha mais disposição e produtividade no dia a dia!

Com os dias mais fresquinhos, logo vem a preguiça. E se falta disposição até para o lazer, imagina para malhar e trabalhar! Mas há como minimizar esse desânimo e com medidas fáceis de adotar.


Quem ensina o que fazer é Wesley Dmitruk, coach e consultor em treinamento e desenvolvimento da Khalanet. Veja como animar seus dias!

1) Faça pequenas pausas em sua rotina diária

"O ideal seriam pausas de cinco minutos a cada hora", explica Wesley. Mas, sabemos, isso não é possível para todos. Então, o coach sugere que se você usa computador durante todo o dia, pelo menos lembre-se de levantar-se um pouco, alongar os braços e pernas e relaxar os ombros. E se você pode se dar esse luxo, saiba que um cochilo de 15 minutos no meio do dia comprovadamente aumenta sua produtividade mental e disposição física.




Descole um cantinho e vá se alongar. Isso fará toda a diferença no seu dia, pode acreditar.

2) Ao caminhar olhe para a frente na altura da linha do horizonte

Treine sua visão periférica. Talvez você nunca tenha imaginado isso, mas se você caminha olhando para baixo, aumenta a possibilidade de entrar em seu diálogo interno e, caso esteja com alguma questão a ser resolvida, provavelmente isso não o ajudará. Confira o que tem ao seu redor, repare, distraia-se.

3) Aprenda a respirar de forma adequada.

Parece bobagem, mas a verdade é que na correria, até de respirar como se deve a gente esquece. "Parar duas ou três vezes ao dia para respirar fundo. Treine para trazer sua respiração para a altura do umbigo, pois a respiração na altura do peito, como fazemos normalmente, mantém a ansiedade e outros sentimentos negativos como raiva ou medo", explica Wesley.

Entretanto, ele alerta: "Evite a hiperventilação (respiração profunda por várias vezes seguidas). Apenas três respirações profundas são suficientes para você se acalmar e também ajuda a dormir melhor", ensina.

4) Precisa encontrar soluções ou planejar algo? Então, caminhe.

"Mente é movimento; se você movimenta seu corpo, movimenta também sua mente", diz o coach. O especialista ensina a trocar a esteira da academia pela caminhada, por exemplo, sem pressa, tranquilo. Segundo ele, você se surpreenderá com as mudanças mentais que vai experimentar.

"Caminhe também após o almoço. Você gasta mais energia caminhando nesse período, ótimo para quem deseja emagrecer um pouco", dá a dica.

5) Se não dá… então faça outra coisa!

Caiu aquela chuva e o trânsito de volta para casa está terrível. A dica do coach é: não insista. Vá ao cinema, faça um happy hour com os colegas, se é rotina, matricule-se em uma academia próxima ao trabalho, ou invente outra coisa qualquer; mas não desperdice sua energia, sua paciência, seu tempo, no trânsito.




Aproveitar o tempo para ir às compras pode ser uma boa opção. Ainda que você não seja fã de supermercado, será menos estressante e mais produtivo do que ficar parada no trânsito.

"O dinheiro que gastaria com gasolina parado no trânsito talvez seja suficiente para pagar a mensalidade da academia ou o ingresso do cinema", lembra ele.

6) Faça as pazes com o tempo.

Deu tempo, ótimo, se não deu, não deu. O melhor, conforme aponta Wesley, é ficar vivo para fazer amanhã o que não deu pra fazer hoje. "Você tem limites e é saudável conhecê-los. Além disso, talvez nem todo dia você esteja supercriativo ou superdinâmico. Procure organizar sua agenda de forma que possa aproveitar suas inspirações", ensina o coach.

Wesley ressalta que talvez você não consiga organizá-la de forma perfeita, mas que uma pequena mudança já será um grande salto de qualidade.

7) Cuide de sua vida.

Parece brincadeira, mas não é. Segundo Wesley, grande parte de nossa energia é gasta com preocupações relacionadas à vida dos outros: filhos, pais, esposas, tios, amigos, namorado, cônjuge etc. E as redes sociais? Será que a vida alheia não está tomando demais sua energia? Pois é.

"Cada um é responsável por sua própria vida. Se você conseguir lidar com seus problemas já estará fazendo bastante. Deixe os outros se preocuparem com suas próprias vidas. Isso não significa que você não irá ajudá-los caso precisem, significa apenas que você deixa para os outros os problemas deles", resume ele.

8) Faça coisas novas.

"Aprender novas atividades estimula o cérebro. Isso faz com que novas conexões neurais sejam criadas e, por incrível que pareça, aquele curso de jardinagem que você fez ano passado pode ajudá-lo a encontrar novas soluções em seu trabalho, mesmo uma coisa não tendo nada a ver com a outra, diretamente", diz Wesley.

Segundo ele, pesquisas utilizando ressonância magnética craniana vêm mostrando algo muito interessante: aparentemente o aprendizado de novos comportamentos também estimula o cérebro a liberar neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar.


*Fonte: GNT, canal Globosat

Houtrée Cosmétiques
Visite o nosso site: www.houtree.com.br
Curta a nossa página: www.facebook.com/houtreecosmeticoshoutree
Fale conosco: comunicacao@houtree.com.br